Superação marca as disputas de Mountain Bike

Superação marca as disputas de Mountain Bike

Publicado em 27 de agosto de 2015 por SPOT Brasil

Se tivéssemos que escolher uma palavra para definir o mountain bike, com certeza seria superação! O esporte surgiu na década de 70, nos EUA. Aventureiros, os ciclistas queriam desafios maiores que o oferecido pelo asfalto das estradas, por isso decidiram partir com suas bicicletas para trilhas e terrenos irregulares em áreas naturais.

Logo o número de praticantes aumentou e, aos poucos, provas foram sendo organizadas. Uma das primeiras competições foi o Repack Downhill, um tipo de downhill realizado aos fins de semana em Mount Tamalpais, na Califórnia.

 

Em meados da década de 80, o mountain bike já despontava como um novo esporte no Brasil. Você sabia que nossa primeira prova aconteceu em 1988, no Rio de Janeiro?! E, assim como nas terras brasileiras, o esporte se espalhou rapidamente pelo mundo todo! Na verdade, nunca um esporte conquistou os quatro cantos do mundo tão rápido! O motivo? Sem dúvidas a união da adrenalina com a proximidade da natureza e o prazer de se aventurar!

 

Uma curiosidade é que a bicicleta do mountain bike tem pneus mais largos do que a de estrada, além de amortecedores traseiros e dianteiros, para diminuir o impacto nos terrenos acidentados. O material utilizado, também por conta do impacto, é mais resistente. Entretanto, não deixa a bike tão pesada, ficando com cerca de 9 kg no máximo.

Mountain Bike

A primeira disputa mundial de mountain bike aconteceu em 1990. Nas Olimpíadas, a estreia foi em 1996, em Atlanta. Hoje em dia as competições são realizadas pelo mundo, elevando o nível técnico e despontando vários atletas que formam a elite competitiva do esporte.

 

As principais categorias são Cross Country, Downhill e 4-Cross (conheça todas aqui.). As provas de Cross Country são disputadas em estradas de terra com alto nível de descidas e subidas técnicas com pedras e raízes. No Downhill, o ciclista passa por um percurso em descida, com no máximo algumas poucas retas, precisando vencer um terreno bastante irregular com jumps (pontos de salto), gaps (vãos a serem transpostos com ou sem ajuda de rampa) e drops (grandes degraus onde o ciclista se deixa cair para transpor), enfrentando situações de bastante risco. Já no 4-Cross, quatro competidores descem simultaneamente um circuito com várias voltas e obstáculos. Ou seja, nas disputas de mountain bike, o que não falta é adrenalina, coragem e muita superação!

Mountain Bike Downhill

Mountain Bike Downhill

 

No Brasil, os principais eventos são o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike Marathon, a Copa São Paulo de Mountain Bike e a Copa Internacional de Mountain Bike, que este ano está em sua 20ª edição e valerá pontos para o ranking internacional e, consequentemente, para o ranking olímpico da Rio 2016!


DEIXE UM COMENTÁRIO

O dia em que o vento roncou a cuíca

Cross Country no céu do cerrado brasileiro