A Serra do Rio do Rastro é conhecida mundialmente por sua beleza e dificuldade. Um lugar deslumbrante, onde faltam adjetivos para descrever sua imponência. Em apenas 8km, são mais de 280 curvas e um desnível que vai de 220 metros, em Lauro Muller (início da Serra) até 1421 metros, em Bom Jardim da Serra, onde fica o mirante que marca o final da subida e oferece um visual de cortar o fôlego, que já não existe para quem, como nós, sobe a serra de bicicleta. Em 2012, concorrendo com 14 estradas do mundo inteiro, a Serra do Rio do Rastro foi eleita a “Carretera más Asombrosa del Mundo“, ou seja, a estrada mais surpreendente do planeta.

E não é à toa. Cercada de mata atlântica por todos os lados, a SC-438 é o mais importante elo rodoviário da região serrana de Santa Catarina. Concluída em 1956, pavimentada em 1987 e iluminada em 2002, ela constitui um dos grandes atrativos turísticos do estado, ligando o litoral à serra catarinense. Apesar de ingrime e perigosa, as 283 curvas do trajeto são a rota mais conhecida para chegar às cidades mais altas do sul brasileiro, como Urubici e São Joaquim. Desde que estive por lá, no início dos anos 2000, cobrindo o famoso Tour de Santa Catarina, sempre quis voltar e pedalar morro acima, mesmo sabendo que seria difícil, para não dizer impossível, chegar ao topo.

 

 

Mas não se engane, por incrível que pareça, a subida da Serra do Rio do Rastro não é a mais inclinada da região. Um pouco adiante, passando pelo município de Urubici, existe outra ainda mais difícil de ser escalada numa bicicleta: a Serra do Corvo Branco, com cerca de 18km, que liga Urubici ao Morro da Igreja, ponto mais alto da região sul do país, 1826 metros acima do nível do mar, e também o local onde foi registrado, em 1996, um recorde pra deixar qualquer freezer com inveja: 17,8º C abaixo de zero, a menor temperatura já registrada no Brasil!

Como prêmio para tanto esforço, do alto do Morro da Igreja também é possível ver a Pedra Furada, um monumento natural com cerca de 30 metros de diâmetro, verdadeiro troféu para aqueles que se aventuram a subir a serra de bicicleta, enfrentando inclinações superiores a 25º. Um desafio para qualquer ciclista que se preze!

 

https://www.youtube.com/watch?v=1gKP2Z0YAAw&feature=youtu.be

 

 

Compartilhar no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *