5 dicas para escolher um destino incrível para viajar

destino, férias, viagem, aventureiros, viajantes, dicas
Foto: Estrada Externa

É sempre assim: marcamos as férias no trabalho, conseguimos juntar um dinheiro, e vem a pergunta: Pra onde vou dessa vez? Essa dúvida é bem frequente entre os aventureiros e viajantes, que gostam de descobrir novos lugares e fugir dos roteiros convencionais, ainda mais sabendo dos custos que uma viagem mal planejada pode trazer. Por isso, nós da SPOT Brasil, resolvemos ajudar os viajantes, e pensamos 5 dicas que irão simplificar a escolha do destino da viagem.

Veja as dicas:

destino,viagem turística, natureza
Foto: freepik

1. Eu realmente quero viajar?

Antes de mais nada, é importante descobrir o motivo da sua viagem. Definir sua vontade é um ponto crucial, que vai te ajudar a fazer outras escolhas sobre o seu destino. Por exemplo, será uma viagem mais turística, com contato com outras pessoas, ou uma viagem a lugares isolados, para curtir a natureza e ficar sozinho?

Para descobrir isso, faça uma pergunta a si mesmo. Que tipo de experiência quer passar na próxima viagem? Uma aventura pessoal, realização de um sonho, descobrir uma cultura que já tem curiosidade, ou uma viagem mais badalada, com compras e locais turísticos? Todas são válidas e experiências únicas, não existe viagem melhor ou pior. O importante é você definir a motivação antes, pois estará com um propósito em escolher o seu destino, e tudo fará mais sentido, de acordo com a sua vontade e sentimento. Além do mais, isso também pode ser um problema, caso não pense nisso, uma viagem pode ser entediante ou cansativa demais se o viajante não estiver preparado ou com o humor apropriado.

destino, viagem, gastos, hospedagem, atrações, pontos turísticos, dicas, orçamento
Foto: Estrada Externa

2. Qual é o meu orçamento?

Depois de entender sua motivação para viajar, começamos com a primeira parte prática: definir seu orçamento. Esse é um passo essencial de toda viagem. Para definir o destino, você precisa saber o quanto estará disposto a gastar, tanto nas passagens quanto nos gastos de hospedagem, alimentação, atrações, etc. Tais fatores devem ser considerados para definir o seu orçamento.

Num exemplo simples, deve-se pensar o seguinte: você tem um valor X para gastar na viagem. Se gastar metade desse valor com as passagens aéreas, terá apenas metade para os outros gastos. Portanto, terá de economizar na estadia e alimentação. É importante começar a pesquisar locais que tem em mente e verificar os principais gastos, como hospedagem, passagem, alimentação, transporte, passeios turísticos, compras, entre outros. Esses valores influenciarão no orçamento total e, consequentemente, nas suas possibilidades de realizar essa viagem, e por quanto tempo, que é o próximo tópico. A revista Exame separou alguns sites e apps que podem te ajudar a planejar melhor os custos do destino escolhido.

destino, viagem, atrações, tempo, férias
Foto: Karina Oliani

3. Quanto tempo eu tenho para viajar?

Sabendo o tipo de viagem e quanto dinheiro tem para gastar, você deve definir se a viagem vai ser curta ou longa. Pense em quanto tempo tem disponível, o que vai variar de acordo com o orçamento, mas não apenas com isso. Pesquise que atrações quer conhecer, o que quer fazer, e quanto tempo seria necessário para isso.

Se tiver com o tempo apertado devido ao período de férias do trabalho, não há como mudar isso, mas você pode otimizar seu tempo, pensando nas melhores opções de transporte e também no que de fato você vai querer conhecer do lugar visitado, para não perder tempo ou cair em ciladas.

destino, hospedagem, gastos, viagem, parque, trilhas
Foto: Luisa Galiza

4. Escolha o tipo de hospedagem

Escolher o local onde vai se hospedar é importante por três motivos principais: você vai definir os gastos com a estadia, vai escolher o clima do lugar, e também a localização na região que escolher.

Ao escolher um local distante das atividades que quer fazer, vai acabar gastando mais tempo e dinheiro no transporte. Se escolher um lugar muito movimentado e bagunçado, pode ser difícil descansar e recarregar as energias. Por isso, é importante pensar nas opções de lazer e na organização logística do lugar. Se for uma cidade, como é o transporte público? A cidade é bem atendida? Se sim, pode-se ficar longe do centro, geralmente longe da confusão de centro, trânsito, etc. Se for um local isolado, como um parque natural de trilhas, como é a estrutura? O que o parque oferece e o que é necessário levar? Isso também vai influenciar no seu conforto e nos gastos.

Existem diversos lugares incríveis, mas sem uma boa pesquisa, você pode acabar gastando mais do que deveria ou tendo uma experiência desagradável. Pesquise em sites com comentários de visitantes, de preferência comentários recentes e com imagens. Assim você evita propaganda enganosa ou comentários desatualizados e tem uma noção mais verdadeira do que vai encontrar na opção que escolher.

5. Pesquise sobre as atividades e atrações

destino, viagem, férias, atrações, pontos turísticos, hospedagem, dicas, praias, parques, monumentos históricos, planejamento
Foto: v.ivash

É claro que, a essa altura, você já deve estar nos finalistas do local a viajar, sabendo da motivação da viagem, o tempo disponível, quanto dinheiro e o tipo de hospedagem. O último passo importante é definir que atrações você deseja conhecer na sua viagem.

Faça uma lista com suas principais intenções em conhecer o lugar, como as principais praias, parques, museus, bares, restaurantes, monumentos históricos. É importante saber que mesmo com tempo disponível e fazendo essa lista, talvez não seja possível ver tudo. Alguma opção pode estar fechada, ou mesmo não haverá tempo para tudo dentro dos dias escolhidos. É importante pesquisar as atrações e horários, para evitar encontrar um lugar fechado e desperdiçar tempo, e também é legal ter em mente que, numa viagem, é possível mudar um pouco o roteiro e se surpreender com algo inesperado, como um passeio diferente proposto pelos colegas de quarto, ou uma dica do funcionário do hostel, quem sabe? Cada escolha por uma atração significa reivindicar outra. Sabendo disso, tudo é possível, o que não pode é haver arrependimento.


O segredo de uma boa viagem é um bom planejamento! O mundo é gigante e nos dá diversas opções de destinos. Para encontrar o lugar certo para você, pesquise e se organize. Separe um tempo e, com nossas dicas, vá considerando as possibilidades e variáveis, até definir o destino ideal.

E boa viagem! Até a próxima!

Compartilhar no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *